Novos Estudos em Livro: Sinais de Fogo como romance de formação (dezembro/2011)

K_JorgedeSena.jpg

Acaba de sair, pela Assírio & Alvim, o livro Jorge de Sena: Sinais de Fogo como romance de formação, fruto da tese de doutorado de Jorge Vaz de Carvalho, originalmente intitulada Jorge de Sena: Uma poética da Formação e tendo Jorge Fazenda Lourenço como orientador. O volume de 448 páginas vem preencher um vazio nos estudos senianos, como aponta o autor em sua Introdução: «De toda a criação literária de Sena, a menos favorecida comparativamente pela investigação é o romance único e inacabado Sinais de Fogo. Embora haja sobre ele estudos parciais, faltava, sem dúvida, um trabalho mais volumoso e profundo sobre este que consideramos um dos mais notáveis romances da literatura em língua portuguesa.»

Fazenda Lourenço, em seu prefácio à obra, afirma que «a partir de agora, não é mais possível ler e estudar Sinais de Fogo, ou mesmo abordar alguns aspectos da obra multímoda de Jorge de Sena, e em especial a questão fulcral do erotismo, sem fazer referência a esta investigação de Jorge Vaz de Carvalho, que veio suprir uma lacuna imensa no estudo e na recepção de um dos romances fundamentais do século XX.»

Mais recente "doutor em Jorge de Sena", como noticiamos aqui há alguns meses, Jorge Vaz de Carvalho, atualmente na FCH da Universidade Católica, além de docente e investigador no Centro de Estudos de Comunicação e Cultura, é o Diretor Científico da nova área de Estudos Artísticos — tudo isto, sem abandonar a música e a carreira operática que abraçou em 1984.