Do programa “O som que os versos fazem ao abrir”

Transmitido há mais de um ano pela RTP, o programa radiofônico “O som que os versos fazem ao abrir”, conduzido semanalmente por Ana Luisa Amaral e Luís Caetano, vem trazendo a um público amplo o melhor da poesia de vários cantos do globo, sempre apresentada com belas leituras e comentários contextualizadores, quer da vida, quer da obra do autor focalizado. Dentre os 76 “episódios” disponíveis (em https://www.rtp.pt/play/p3076/e317128/o-som-que-os-versos-fazem-ao-abrir), aqui reproduzimos o do dia 22 de novembro de 2017, dedicado ao poema “Carta a meus filhos sobre os fuzilamentos de Goya”, do livro Metamorfoses (1963) de Jorge de Sena. Como de hábito, as observações dos dois apresentadores fornecem excelentes pistas de leitura aos ouvintes, entremeando sensibilidade, argúcia e informação. Sem dúvida, uma preciosa antologia sonora. Sem dúvida, um excelente ponto de partida para os interessados em aprofundar suas leituras pelo universo da poesia.

Ana Luísa Amaral e Luís Caetano

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ouça o programa na íntegra no link abaixo:
O som que os versos fazem ao abrir Carta aos meus Filhos