9. Jorge de Sena, a Grã-Canária e a Ilha do Amor

[LER E RELER JS – 9: Helder Macedo]

salazar_franco50207c37_400x225.jpg
Salazar e Franco, 1938.

7. Os amantes como oração da dignidade do homem

[LER E RELER JS – 7: Francisco Cota Fagundes]

metamorfoses_do_amor_capa.jpg

10. Epimeteu, ou o Homem que Pensava Depois: uma «fantasia mitológica» de Jorge de Sena

[LER E RELER JS – 10: Maria Fernanda Brasete]

mater.JPG

5. Séculos de contemporaneidade: Jorge de Sena para além de.

[LER E RELER JS – 5: Fernando MIranda]

26_seculos.jpg

4. Jorge de Sena e a peregrinação no tempo

[LER E RELER JS – 4: Patrícia da Silva Cardoso]

Patricia.jpg
Nave central da igreja do Mosteiro de Alcobaça

3. Indesejados: entre o rigor histórico e a evocação interpretativa.  

[LER E RELER JS – 3: Marcella Lopes Guimarães]

texto_marcella.jpg

2. Jorge de Sena – escritor português, cidadão brasileiro (Estudo das relações Brasil-Portugal)

[LER E RELER JS – 2: Ida Ferreira Alves e Christiano dos Santos Costa]

6946425g1.jpg

1. Os contos impublicáveis de Jorge de Sena

[LER E RELER JS – 1: Margarida Braga Neves]

11. Jorge de Sena e a Poética do Lugar

[LER E RELER JS – 11: Maria Alzira Seixo]

MAS.jpg

Os poemas Wagnerianos de Jorge de Sena

richard.wagner.jpg

6. Uma cartografia do olhar: imagens de Inglaterra e dos Estados Unidos na obra de Jorge de Sena

[LER E RELER JS – 6: Dora Gago]

JS_Londres.jpg
Jorge e Márcia de Sena na Trafalgar Square, Londres. Março, 1972.

De Ana Hatherly

gravura_AH.jpg
Gravura de Ana Haterly, acervo Gilda Santos

Índices da Poesia de Jorge de Sena – 9: Peregrinatio ad loca infecta, 1969

PEREGRINATIOADLOCA.jpg

Charlot, Hoje e Sempre

chaplin.jpg

Primeiros poemas brasileiros

fernando+lemos+(3).jpg

Os Corvos de Minerva

Esboço de conto ou início de capítulo de romance?

José Rodrigues Miguéis

025.JPG
Miguéis com Jaime Cortesão e Ferreira de Castro em Lisboa, 1959. Possivelmente a 11 de junho, na entrega do Prêmio Camilo Castelo Branco.

Carta a meus filhos sobre os fuzilamentos de Goya


A Bela e o Monstro, de Jean Cocteau

belle.jpg